Como evitar a “Gafe Online”

Gafe OnlineCom a avalanche na internet e nas redes sociais, muitas pessoas possuem seu perfil profissional e outro pessoal, pensando estar dividindo as categorias e evitando problemas. Pois gafes nas mídias sociais são mais comuns do que podemos imaginar. O problema é que não existe lugar para erros no mundo corporativo, as empresas podem pagar muito caro quando eles acontecem.

As gafes virtuais acabam por acontecer de forma natural, onde na maior parte das vezes, a pessoa que comete o erro, não se dá conta do que irá provocar no ambiente virtual. Hoje com a velocidade de informações e de cliques por segundo, uma postagem mal feita poderá ser repetida por meses e anos, mesmo que tenha sido retirada segundos após. As postagens hoje são rapidamente copiadas, salvas e repassadas, compartilhadas quase que, eternamente.

Após lançar sua postagem ou conteúdo na internet, ele não está mais sob seu domínio e sim, é de propriedade de todo o mundo. Sendo assim é preciso ter muita certeza de qual é o tipo de conteúdo que deseja postar e qual mensagem quer passar. Um clique errado e lá se vai toda uma reputação…

Existem de  gafes virtuais que tornaram-se fenômeno na internet em pouco tempo e servem de exemplos de como não se deve agir no ambiente virtual.

No ano de 2010, Alex Glikas, diretor comercial da empresa Locaweb, usou o Twitter para comemorar a vitória do seu time “zoando” com os amigos. Porém o empresário usou fortes palavrões para provocar os torcedores adversários, e esqueceu-se de um detalhe: a Locaweb, na ocasião era patrocinadora das mangas das camisas do time adversário, que foi o alvo das suas brincadeiras de mal gosto. A mensagem repercutiu na imprensa e na web, e logo depois a empresa lamentou o ocorrido em nota oficial. O resultado foi a demissão do executivo dois dias depois. Segundo pesquisa feita pela consultoria de mídias sociais e.Life contratada pela “Revista DINHEIRO”, em apenas dois dias, foram publicados no serviço de microblog 3,5 mil mensagens sobre o caso. Elas atingiram 1,7 milhão de pessoas, de acordo com levantamento.

Com certeza o empresário errou na maneira de se comunicar, mas empresa de grande porte também errou por não ter nenhuma política orientando os funcionários sobre como se comportar nas mídias sociais. Por vezes um problema simples, que pode ser resolvido sem grande repercussão, acaba ganhando a mídia e os principais veículos de impressa.

Para garantir boa imagem nas redes sociais sem problemas a empresa deve sempre monitorar todos os tipos de mídias afim de procurar notícias sobre sua empresa, e resolver o mais rápido possível caso haja alguma situação pendente. Tome cuidado com o conteúdo que será publicado e quando o mesmo for polêmico, prepare sua “defesa”antes de divulgá-lo.

Para não errar nas mídias sociais e ter um serviço de qualidade, profissional e com especialistas no assunto, entre em contato com a BSI e conheça mais sobre o serviço de SSM, perfeito para sua empresa marcar presença online da maneira correta.

 

Gostou dessa notícia? Curta nossa página no Facebook.

E deixe seu comentário!