Brasil: Capital mundial das redes sociais

Brasil: A capital mundial das Redes SociaisRyan Holmes, CEO do HootSuite, empresa que desenvolve aplicativos para o gerenciamento de redes sociais, em um artigo publicado na revista Forbes, chegou a afirmar que o Brasil poderá se tornar a capital mundial das redes sociais. Esse fato afirma a recente notícia de que a função de analista de mídias sociais é uma das mais procuradas no Brasil hoje. E também uma das mais promissoras.

Para o executivo essa afirmação tem diversos fundamentos. Além do rápido crescimento, que proporcionou a saturação em regiões como Europa e Estados Unidos, e a eterna censura na China, o Brasil receberá nos próximos anos dois grandes eventos de proporções mundiais, a Copa do Mundo e as Olimpíadas, o que para Holmes colocará o país em uma posição muito favorável e com todos os olhos do mundo voltados para cá .

Hoje o Brasil já tem cerca de 80 milhões de pessoas conectadas à internet, dela 65 milhões possuem Facebook. O Brasil é o segundo maior mercado para o Twitter, com 41,2 milhões de usuários,  atrás apenas dos EUA, e o maior mercado para o YouTube fora das terra americanas. Não é por acaso, como destacou o executivo, que muitas empresas ligadas às redes sociais estão fazendo questão de abrir escritórios por aqui.

O tempo que o brasileiro passa no Facebook, que são em média 535 minutos mensais, já é maior quando comparado com a média mundial. No Twitter, números igualmente expressivos, já que com 36% do tempo gasto é com mídias sociais, no Brasil. Seja novela ou futebol, o brasileiro adora assistir aos eventos enquanto comenta seus feitos nas redes sociais.

Hoje o investimento online, ainda é pequeno com apenas 10% sendo comparado, por exemplo com a TV que recebe quase 70%. Holmes acredita que a Copa e as Olimpíadas irão fazer esses números dispararem, porque estima-se que em 2016 cerca de 80% da população esteja online, e se levarmos em conta que atualmente 77% dos internautas brasileiros têm uma atitude positiva para comprar em canais sociais (além do fato de confiarem em recomendações de outros usuários), a projeção que se pode fazer para um futuro próximo é muito promissora.

Um fator de grande importância é a ascensão da classe média brasileira nos últimos anos. Os investimentos do governo para ampliação da internet no país e o crescimentos do numero de brasileiros com uma renda melhor, acabou por movimentar o mercado online, tornando esse um atrativo maior para as empresas. Fora o aspecto social de natureza brasileira, que faz com que as redes sociais estejam em solo fértil e produtivo.

 

Se gostou desta notícia curte-nos no Facebook.

Deixe-nos o seu comentário!